quarta-feira, 12 de julho de 2017

Artistas criam campanha para pressionar deputados a votarem contra Temer

Uma boa parte da classe artística se reuniu para cobrar os deputados para que aceitem a denúncia do Ministério Público e o presidente Michel Temer seja afastado do cargo.



No site 342 Agora há um placar atualizado em tempo real com a intenção de voto de cada parlamentar e infográficos explicativos do processo de votação.



A proposta da iniciativa é utilizar as redes sociais para pressionar os deputados até reunir os 342 votos necessários para o prosseguimento da investigação.



Entre os apoiadores estão Glória Pires, Martinho da Vila, Karol Conka, Caetano Veloso, Wagner Moura, Aline Moraes, Seu Jorge, Leandra Leal, Criolo, Adriana Esteves, Jorge Vercillo, Maria Gadú, Fernanda Lima, Débora Falabella, Camila Pitanga, Letícia Sabatella, Bruno Gagliasso, Maria Casadevall, Nando Reis, Vanessa Gerbelli, Raí, Fernanda Abreu, Samuel Rosa, Sônia Braga, Daniel de Oliveira, Tonico Pereira, Bebel Gilberto, Vanessa da Mata, Fioti, Fábio Assunção, Lia Sophia, Raí, Paulo Ricardo, Patrícia Bastos, Paulo Miklos, Enrico de Miceli, Mateus Solano, Rogério Flausino, Louise Cardoso, Otto, Luís Miranda, Daniel Filho, Daniela Mercury, Frejat, Marcelo D2, Céu, Débora Bloch, Ziraldo, Débora Nascimento, Marina Person, Tico Santa Cruz, Cláudio Ohana, Nanda Costa, Drica Moraes, Sandra de Sá, Nelson Freitas, Júlia Lemmertz e muitos outros.

sábado, 24 de junho de 2017

Dentista brasileira cria gel que remove cáries sem dor

A pesquisadora brasileira Sandra Kalil criou um gel inovador, que é fabricado com a casca do mamão e elimina as terríveis cáries. Com ele, o desagradável motorzinho do dentista é deixado de lado, além disso, a remoção das cáries é feita de forma bem mais suave, sem prejudicar os dentes.



O gel amolece a cárie e permite que ela seja retirada com uma cureta, sem necessidade de anestesia. A Dra. Sandra desenvolveu a pesquisa com papaína no centro de pesquisas da Universidade de Santos e na USP. O gel é à base de papaína, enzima extraída da casca do mamão papaia verde. A enzima tem ação seletiva e não ataca o tecido sadio dos dentes. Associada à cloramina, a papaína amolece as cáries.




A dentista se inspirou em uma conversa com a mãe, que contou que a casca do mamão era usada para amolecer a carne. Ela associou essa capacidade ao potencial cicatrizante da substância, eficiente em queimaduras e feridas. Testou várias composições e chegou à fórmula ideal. A ação é rápida e demora cinco minutos: o gel é colocado na cárie e amolece o tecido contaminado, que depois é retirado com uma cureta.

O gel papacárie custa 86 reais e pode ser usado em até 60 ou 70 dentes, o que torna o procedimento acessível a todos.

terça-feira, 6 de junho de 2017

Teste de Humanidade

Em 2015, durante uma viagem à Uganda, na África, o papa Francisco afirmou que a forma como o mundo reagiria à crise dos refugiados seria um teste de humanidade. Faz sentido, enquanto uns se mostram indiferentes à necessidade alheia, outros se preocupam e buscam soluções que auxiliam quem perdeu tudo a recomeçar.


Na Alemanha, um site foi criado para conectar pessoas dispostas a receber refugiados em sua própria casa e a ideia se espalhou por diversos países.



E você, o que acha das iniciativas em favor dos refugiados? É a favor de políticas que facilitem a entrada deles em seu país?

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Prefeito italiano oferece 2 mil euros para atrair novos moradores

Com apenas 394 habitantes, a cidade de Bormida, no noroeste da Itália, pretende oferecer 2 mil euros para quem comprar uma casa no vilarejo. O objetivo da medida é repovoar a localidade, que chegou a ter mil habitantes na década de 50, mas desde então vem sofrendo com o esvaziamento populacional.



A prefeitura já tenta outras maneiras de atrair novos habitantes, como oferecer aluguel de casas a preços entre 50 e 120 euros por mês, dependendo do tamanho do imóvel. As residências são distribuídas por meio de uma licitação pública, e as próximas devem acontecer dentro de dois meses.

terça-feira, 9 de maio de 2017

Menos Esquerda x Direita, Mais Liberdade x Ditadura

Em tempos de polarização política, esquerda e direita se atacam quando o mais importante deveria ser a luta contra o autoritarismo, independente da política econômica adotada.



Não faz sentido defender ditaduras de esquerda ou direita. Historicamente, os danos dos governos de Stalin, Pol Pot, Mugabe, Hitler, Mussolini ou Pinochet foram igualmente desastrosos para a humanidade.



Ao invés de discutir se o nazismo era um movimento de esquerda ou direita, que tal defender o pacifismo contra o autoritarismo?

sexta-feira, 5 de maio de 2017

Que tal um e-mail que paga para você responder suas mensagens?

Depois do Facebook e LinkedIn oferecerem o serviço pago de envio de mensagens, uma empresa chamada 21 lançou um e-mail que o usuário ganha dinheiro por cada mensagem respondida.


Depois de criar a conta e receber um valor inicial pelo cadastro e configuração, o usuário pode escolher quanto deseja cobrar pela sua resposta. As transações utilizam bitcoin, a moeda virtual que já vale mais de 1.500 dólares, e seguem a cotação atualizada.

Entre os profissionais disponíveis para receber perguntas estão presidentes de empresas, investidores, empreendedores, programadores, designers, advogados, cientistas, estudantes e muitos outros. É uma ótima alternativa para fazer novos contatos e esclarecer dúvidas. E o valor arrecadado também pode ser doado para uma instituição de caridade.

quarta-feira, 19 de abril de 2017

Buscando Histórias

Você gostaria de conhecer como é um dia na vida de cada pessoa e descobrir o que pensam e sentem? Este é Looking for Stories, uma websérie documental que mostra a vida das pessoas e suas emoções de um lado a outro do mundo.



Dirigido pelo espanhol Joan Planas, a websérie estreou na China em 25 de outubro de 2012 em espanhol e em inglês. A primeira temporada, de 12 histórias na Espanha, China e Filipinas, foi realizada com financiamento próprio e a segunda temporada, também com 12 histórias na China, Tailândia, Camboja, Birmânia e Espanha, financiada por uma campanha de crowdfunding que ajudou a cobrir parte dos gastos da filmagem na Ásia.


Para documentar as histórias, são gravadas cenas da vida do protagonista durante um dia ou até uma semana, mostrando o que lhe caracteriza e conhecendo o seu dia-a-dia. O resultado são lições de vida e muita diversidade em vídeos muito bem produzidos, vale conferir.